12 de set de 2012

A paixão pela bola!

A paixão pela bola
Qual a razão para um menino, bem pequeno, apaixonar-se por uma bola de futebol?

Qual o cheiro que a bola possue que o menino não consegue a deixar em paz?

Qual é a explicacão?

É uma paixão já demonstrada nos primeiros meses de vida, quando um ser humano ainda sem a capacidade de identificar os objetos, exceto os primordiais, como, a sua mãe, o seu pai, uma mamadeira e a...bola!

Seria algo que está no subconsciente do bebê?

Tudo me leva a crer, que sim, que já vem do pai esta paixão! Ah, e claro, a "culpa" também recai sobre os amigos.
E porquê?
Quando estes pensam em levar uma lembrança pro bebê, qual a primeira imagem que veem à mente? A de uma bola de futebol, é lógico!!

E este fato é reciproco, porque quando o"bambino" enxerga a "gorduchinha", os olinhos brilham, o coração bate mais forte, o pé fica tenso, nervoso, querendo dar o primeiro chute na nova amiga!

Ano após ano, esta amizade só cresce, até porque aquele bebezinho, vai crescendo, adquirindo mobilidade, primeiro com as mãos, quando o prazer é agarrar a bola.

Mas a diversão só começa quando a criança está andando, e aí já aparecem os primeiros "chutinhos". Com essa nova diversão a amizade entre a bola e o garoto atingi um outro nível de intimidade.

Neste momento o prazer do menino é compartilhado com o pai!

A velha amizade com a gorducinha poderá ser compartilhada com um outro ser, e de seu sangue!

O orgulho nos olhos do papai é visto de longe!