14 de dez de 2009

Modernidade terá sua vez no futebol?


A cada ano que passa o futebol e a modernidade parecem caminhar para lados opostos.
O futebol irá conseguir aguentar toda essa pressão?
Será o futebol, o único esporte que não irá se render a ajuda eletrônica?
A cada jogo tem pelo menos um lance no qual as pessoas ficam na dúvida, "será que foi gol? Será que o atacante fez falta no lance? Será que a bola passou a linha do gol? O jogador não tava impedido?"
Dúvidas que acabam logo depois que a TV põe na tela o replay, e aí você se pergunta:
-Como o árbitro não viu o que aconteceu?? Para logo depois soltar o grito e dizer:
-Que erro grave!
-Esse fdp tá comprado!!
Mas o que precisamos nos lembrar,é que na hora que acontece, o juiz não tem toda essa ajuda tecnólogica.
Antigamente, o futebol, não tinha disponível toda essa tecnologia ao redor do campo , então os erros não apareciam, ficavam escondidos, somente na consciência daqueles que participaram da jogada.
Será que adotando a ajuda eletrônica tudo se resolveria?
De que jeito seria implantado?
Os times teriam quantas chances de ter o replay ao seu lado?
E fazendo isso, não iria afetar o andamento do jogo?
O começo dessa tentativa poderia ser com a implantação do "chip" na bola, assim as duvidas quanto a saida ou a passagem da bola pela linha do gol acabariam. E poderíamos riscar esse problema.
Acho que seria válido a FIFA deixar de lado o seu orgulho e se adequar ao mundo moderno, porque senão os mais prejudicados serão sempre os arbitros, que nem sempre tem culpa, e os torcedores,que esperam que o jogo seja decidido num lance bonito, um gol bem feito e não na polêmica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário