3 de mar de 2010

Seleção que irrita!

A Seleção venceu.
Nada de incomum aí, mas a cada jogo, a torcida parece ficar mais impaciente para torcer pra essa seleção.

Qual a graça numa seleção brasileira que joga com uma linha de 4 zagueiros e mais 3 volantes, deixando somente 1 homem para armar as jogadas?

Para jogar num esquema assim , a seleção precisa ter 2 alas , sempre chegando na frente para ajudar este jogador da armação, no caso, Kaká. Que aliás não vem jogando tudo o que sabe.

Quando vejo a seleção jogando neste esquema, lembro logo de 1994, quando o Brasil não tinha um meio de campo criativo, ao contrário, tinha um meio campo destrutivo. Mas a diferença daquele Brasil pra esse são dois:

- O primeiro- os dois alas daquela geração, Jorginho e Branco, tinham toda liberdade para atacar. Ao contrário de Maicon e Michel Bastos.

- O segundo- a dupla de ataque era muito mais competente, fora de série. Bebeto e Romário foram dois jogadores que decidiam uma partida como ninguém. E neste seleção de 2010, nem Luís Fabiano, nem Robinho e nem o Adriano tem capacidade pra isso.
Acho muito arriscado o Dunga ir para a Copa do Mundo achando que a fórmula que deu certo em 94 irá dar certo agora também.
Do mesmo jeito que aquela seleção irritava quando jogava, esta agora faz a mesma coisa.
E do mesmo jeito que a geração de 94 foi uma seleção de resultado, esta de 2010 parece seguir no mesmo caminho.

Aí fica a pergunta:
-Você prefere uma seleção que joga por resultados ou que joga bonito?

Será que não dá pra unir os dois?

Lógico que sim, mas depende da cabeça pensante do comandante.

E o Dunga, como foi o capitão da seleção do tetra,jogando aquele futebol, agora ele quer ser o treinador do HEXA do mesmo jeito.

Irritando aos torcedores e a imprensa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário